Escritores Convidados
 Sérgio de Castro Pinto - Poeta

​Nascido em João Pessoa, no ano de 1947, Sérgio de Castro Pinto é poeta. jornalista profissional e professor titular aposentado de Literatura Brasileira da Universidade Federal da Paraíba, onde defendeu dissertação de mestrado e tese de doutoramento sobre Manuel Bandeira e Mario Quintana. Publicou vários livros de ensaios e de poesia, o mais recente deles "Folha corrida- poemas escolhidos" (Escrituras Editora 2017), que registra os seus 70 anos de vida e cinquenta de poesia. Participa de antologias publicadas em Portugal, Espanha e Estados Unidos da América do Norte. Aqui no Brasil, figura em várias antologias,a exemplo de "Os Cem melhores poetas brasileiros do século XX" e "Sincretismo: a poesia da Geração 60", organizadas, respectivamente, por José Nêumanne e Pedro Lyra. Foi sobre a sua poesia a primeira tese de doutoramento defendida no Curso de Pós-graduação em Letras da UFPB: "Signo e imagem em Castro Pinto", de João Batista de Brito. Tem vários prêmios nacionais, o mais recente deles o "Guilherme de Almeida", promovido pela União Brasileira de Escritores, que considerou "Zoo imaginário" o melhor livro de poesia de 2005.  
Eduardo Rabenhorst - Filósofo

Doutorado e mestrado em filosofia pela Universidade de Strasbourg.
Pós-doutorado pela Universidade de Aix-en- Provence.
Professor Titular na Universidade Federal da Paraíba.
Autor de livros e ensaios.

Eduardo Rabenhorst  é descendente, pelo lado paterno, de uma família alemã que emigrou para o Brasil entre as duas guerras mundiais. Optou em viver na Paraíba, terra de sua mãe. Obteve um título de bacharel em Direito e fez mestrado na área da Estética. Viveu uma temporada na Europa, onde prosseguiu seus estudos. É ensaísta e autor de livros e artigos sobre filosofia, arte e direito.

    
Bernardina Freire - Escritora

Doutora em Letras pela Universidade Federal da Paraíba, Mestre em Ciência da Informação pela Universidade Federal da Paraíba (1999), Especialista em Organização de Arquivos, Especialista em Administração da Educação a Distância, Graduação em Biblioteconomia pela Universidade Federal da Paraíba (1988). Professora adjunta da Universidade Federal da Paraíba. Ex-coordenadora do Programa de Pós-graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal da Paraíba. Na pós-graduação em Ciência da Informação leciona a disciplina Memória e Identidade. Atua ainda junto ao Programa de Pós-Graduação em Organizações Aprendentes (MPGOA) ministrando a Disciplina Pesquisa Qualitativa. Orientadora nos dois Programas em nível de mestrado e Doutorado. EX- Vice-coordenadora do MPGOA. Na graduação atua como professora dos Cursos de Graduação em Arquivologia e Biblioteconomia, especificamente nas disciplinas de: História da Leitura e dos Registros do Conhecimento; Representação Descritiva da Informação Arquivística II (Documentos Especiais) e Legislação Arquivística. Experiência na área de História cultural e memória, com ênfase na produção e circulação de suportes de leitura. Na pós-graduação atua nas seguintes temáticas: Informação, memória e patrimônio cultural; Arquivo, memória e identidade; Cultura material e memória; Escrita de si; Redes sociais e Memória literária. Ex-coordenadora Nacional do Grupo de Trabalho Informação e Memória da Associação Nacional de Pesquisadores em Ciência da Informação (ANCIB); Presidente da Academia Feminina de Letras e Artes da Paraíba e Vice-Reitora da Universidade Federal da Paraíba.


    
Maria Valéria Rezende - Escritora


    

Maria Valéria Rezende nasceu em 1942, em Santos (SP), onde morou até os 18 anos. Em 1965 entrou para a Congregação de Nossa Senhora - Cônegas de Santo Agostinho. Sempre se dedicou à educação popular, primeiro na periferia de São Paulo e, a partir de 1972, no Nordeste. Viveu no meio rural de Pernambuco e da Paraíba e, desde 1986, mora em João Pessoa. Já esteve em Angola, Cuba, França e Timor, entre outros países, convidada a falar sobre seus projetos sociais. Maria Valéria estreou na ficção em 2001, com o livro de contos Vasto mundo. Depois, escreveu livros infanto-juvenis e o elogiado romance O Voo da guará vermelha. A autora, que costura referências das culturas erudita e popular, “é uma revelação em nossas letras”, como disse Frei Betto.
 
A experiência de Maria Valéria com a dor do analfabetismo e também com a educação de jovens e adultos foi o mote para O voo da guará vermelho. “Uma personagem se apaixona por aprender a ler e a outra descobre um sentido para sua vida, ensinando”. A autora constrói no livro o encontro de Irene, uma nordestina que vira prostituta em São Paulo, com Rosálio, um servente pedreiro. Dona de uma escrita inventiva e conhecedora da realidade de “Rosálios” e “Irenes”, Maria Valéria fez uma obra poética e forte, que dispensa trivialidades.
 
Nos contos de Vasto mundo, seu primeiro livro, Maria Valéria apresenta “causos” do povo nordestino, em que trata de amores e dores, da geografia local e da crença fácil no que transcende o explicável. A autora também escreve para crianças e jovens, tanto poemas quanto histórias ficcionais, em que aborda temas como o medo, a lealdade e as relações sociais, sempre com humor e criatividade.



    
Marcílio Franca Filho - Jurista

Marcílio Franca é Membro do Conselho Executivo da International Law Association (ILA, Londres, Reino Unido). Presidente do Conselho Superior do Ramo Brasileiro da International Law Association (ILA Brasil). Árbitro Suplente do Tribunal Permanente de Revisão do MERCOSUL (TPR, Assunção, Paraguai). Professor Visitante da Faculdade de Direito da Universidade de Torino (Itália) e Reseach Fellow junto ao Collegio Carlo Alberto de Torino (dezembro/2017 - fevereiro/2018). Pós-Doutorado em Direito pelo Instituto Universitário Europeu (EUI, Florença, Itália), onde foi o primeiro Calouste Gulbenkian Fellow do Departamento de Direito (2007/2008). Doutor em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra (Portugal, 2006, bolsa FCT). Mestre em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade Federal da Paraíba (1999). Professor do Centro de Ciências Jurídicas da Universidade Federal da Paraíba, docente do quadro permanente do Programa de Pós-Graduação em Ciências Jurídicas da UFPB, docente colaborador do Programa de Pós-Graduação em Direito da UFPE e líder do LABIRINT (Laboratório Internacional de Investigações em Transjuridicidade). Desde 1997, é Procurador do Ministério Público junto ao Tribunal de Contas do Estado da Paraíba, aprovado em primeiro lugar no concurso público (já ocupou as funções de Procurador-Geral e Subprocurador-Geral). É ainda membro do UNDP Democratic Governance Roster of Experts in Anti-Corruption e da Asociación Pro Iure et Cultura - Grupo Internacional de Expertos e investigadores (Espanha). Foi aluno da Universidade Livre de Berlim (Alemanha), estagiário-visitante do Tribunal de Justiça das Comunidades Européias (Luxemburgo), Consultor Jurídico (Legal Advisor) da Missão da ONU em Timor-Leste (UNOTIL) e Senior Legal Advisor do Programa de Construção de Capacidades em Gestão de Finanças Públicas do Ministério das Finanças de Timor Leste e do Banco Mundial (PFMCBP). Participou de eventos e cursos na UNCTAD (Genebra), na Faculdade de Direito da Universidade de Harvard (EUA), no Programa MOST/UNESCO (Sofia, Bulgária), no SciencePo/Bordeaux (França) e no World Trade Institute (Berna). É membro da International Association of Constitutional Law (IACL), da International Society of Public Law (ICONS), do Instituto Hispano-Luso-Americano de Derecho Internacional (IHLADI), da Rede Brasileira Direito e Literatura (RDL), da TIAMSA ? The International Art Market Studies Association e da International Law Association (ILA), organização de cujo Ramo Brasileiro foi o Presidente (2014-2017). Foi Professor Visitante do Mestrado em Relações Internacionais da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB). Tem vários livros, artigos e capítulos publicados no Brasil e no exterior sobre temas jurídicos. Suas áreas de interesse são o Direito Constitucional, o Direito Administrativo, o Direito Econômico Internacional, o Direito da Integração (Mercosul e União Europeia) e a Teoria Geral do Direito. Nos últimos anos tem desenvolvido extensa pesquisa a respeito das relações entre Direito & Arte. Consultor Ad-Hoc da CAPES. Finalista do Prêmio Jabuti 2012, com o seu livro "A Cegueira da Justiça", eleito um dos dez melhores livros jurídicos daquele ano.


    
Marcus Alves - Sociólogo

É doutor em Sociologia e Mestre em Comunicação Social pela Universidade de Brasília (UnB). Autor dos livros “Cultura Rock e Arte de Massa”, (Editora Diadorim); “Cultura Mercosul: uma política do discurso”, (Ed. Plano/FAP); “Arte de massa une crítica e divertimento”, Editora UCB);   “O Eterno e o Provisório- Poemas”, (Editora da UFPB) e "Arqueologia - Poemas" (Moura Ramos); O Sapato Amarelo (ou K Encontra Paludes) editado pela Cartonera Aberta/Editora do CCTA. Tem artigos e ensaios publicados em revistas acadêmicas em Chile, Cuba, Colômbia, Polônia. Sócio fundador da IASPM-Rama Latina. Foi apresentador do programa Fórum Ideias (TV UFPB/TV Futura) e editor-chefe da TV Globo Minas/TV Triangulo. Consultor político e foi coordenador de Comunicação do Ministério da Integração Nacional, Secretário de Comunicação dos Municípios de Conde e João Pessoa.  Atualmente trabalha no Centro de Comunicação, Turismo e Artes (CCTA).  


    
Zezita Matos - Atriz

Zezita Matos tem uma carreira de quase 60 anos no teatro. Em sua trajetória de atriz conta com filmes premiados como "Cinema, Aspirinas e Urubus", "Baixio das Bestas" e "O Céu de Suely". Seu nome artístico: Zezita Matos. Mas o seu nome de batismo lembra poesia de João Cabral de Melo Neto: Severina de Sousa Pontes. 

Zezita Matos, reconhecida como a grande dama do teatro paraibano, tem uma história grandiosa, incluindo uma forte participação no movimento comunista e nas Ligas Camponesas, que lhe obrigou a permanecer escondida por uma temporada na casa de um tio. 
Uma estratégia de sobrevivência nos anos 1960 para uma mulher e atriz destinada ao sucesso. Como atriz atuou nos filmes e novelas como “Velho Chico”; “Onde nasce os fortes”; “Vereda Tropical”;  “Ferrolho”; “O Sonho de Inacim”;  “Rebento”; “Reza a lenda”; “Os pobres diabos”; Boa sorte, meu amor”; “O Céu de Suely”; “Cinema;  Aspirinas e Urubus”; “Baixio das Bestas” e “Menino de Engenho”.  Tem diversos prêmios como os do  Festival de Cinema do Ceará, Festicine Goiânia, Festine Maracanau, Festival Nacional de Curta Metragem de Taquaritinga, Festival Internacional de Cinema da Fronteira e Festival Paulínia de Cinema. E em 2017 ganhou o prêmio de melhor atriz pelo Actors Awards Los Angeles,  como a personagem Dora, no filme “Olhos de Botão” de Marlom Meirelles.
Zezita Matos foi diretora do Teatro Santa Rosa e é coordenadora do programa de responsabilidade cultural do Centro Universitário de João Pessoa (Unipê).  



    
Cely Farias - Atriz

Cely Farias é atriz, preparadora de atores e diretora de teatro, cinema e televisão. 
Mestre em Artes Cênicas pela UFRN, Especialista em Representação Teatral e Licenciada em Artes Cênicas pela UFPB. 
Fundadora do Grupo Graxa de Teatro (2005), onde atua como atriz, diretora e produtora e atriz convidada do Grupo Ser Tão Teatro.
Diretora de Teledramaturgia da TV UFPB, onde coordena o Projeto de Extensão Experiências Criativas na TV, pelo qual está dirigindo a minissérie O Sumiço de Santo Antônio, em fase de gravação.
Participante do Projeto de Extensão Viação Paraíba, coordenado por Torquato Joel, onde ministra oficinas de Interpretação para Teatro e Cinema em municípios do interior do estado.
Coordenadora do Coletivo Atuador, grupo de extensão que pesquisa atuação para o audiovisual desde 2016. 
Pesquisa processos criativos que tem o ator como co-autor da obra, seja no teatro, no cinema ou na televisão. 
No teatro, seus trabalhos mais relevantes como atriz foram: Alegria de Náufragose Flor de Macambira, do Coletivo Ser Tão Teatro; Eu, Augusto, do Grupo Lavoura; A Princesa Luzia e o Urso de um Olho Só, Entre Quatro Paredes, Do outro lado da chuva, Déjà Vue Olga Benário Prestes, do Grupo Graxa de Teatro; entre outros. 
No cinema participou de filmes de longa e curta-metragem como: Ambiente Familiar e Moído, direção de Torquato Joel; Desvio de Conduta  e Aqueles que ficam, direção de Arthur Lins; A Tentação dos Sintéticos, direção de Caio Vianna Neto; Macumbá, direção de Tony Rodrigues, entre outros.
GALERIA DE ARTISTAS
  1. Guillaume Tardif - Violino
    Guillaume Tardif - Violino
    University of Alberta (Canadá)
  2. Felipe Avellar de Aquino - Violoncelo
    Felipe Avellar de Aquino - Violoncelo
    UFPB
  3. Thiago Santos - Regente
    Thiago Santos - Regente
    Orquestra Sinfônica da UFPB
  4. Sandra Aquino - Violino
    Sandra Aquino - Violino
    UFPB
  5. Luciana Noda - Piano
    Luciana Noda - Piano
    UFPB
  6. José Henrique Martins - Piano
    José Henrique Martins - Piano
    UFPB
  7. Lena Johnson - Piano
    Lena Johnson - Piano
    Örebro University (Suécia)
  8. Émerson Biaggi - Viola
    Émerson Biaggi - Viola
    Unicamp - São Paulo
  9. Ulisses Silva - Viola
    Ulisses Silva - Viola
    UFPB
  10. Orquestra Sinfônica da UFPB
  11.                 Paul  Hsun-Ling Chou - Violino
    Paul Hsun-Ling Chou - Violino
    Concertista Internacional (Estados Unidos)
  12. David Witten - Piano
    David Witten - Piano
    Montclair State University (EUA)
  13. Ravi Shankar Viana - Oboé
    Ravi Shankar Viana - Oboé
    UFPB
  14. 2º Festival Internacional de Música de Câmara PPGM-UFPB
  15. Heleno Feitosa Costa Filho - Fagote
    Heleno Feitosa Costa Filho - Fagote
    UFPB
  16. Cisneiro Soares de Andrade - Trompa
    Cisneiro Soares de Andrade - Trompa
    UFPB
  17. José De Arimatéia Formiga Veríssimo - Clarinete
    José De Arimatéia Formiga Veríssimo - Clarinete
    UFPB
  18. Lucas Bojikian - Piano
    Lucas Bojikian - Piano
    UFPB
  19. Renan Rezende - Flauta
    Renan Rezende - Flauta
    Descrição
GALERIA DE ESCRITORES
  1. Marcílio Franca Filho - Jurista
    Marcílio Franca Filho - Jurista
  2. Sérgio de Castro Pinto - Poeta
    Sérgio de Castro Pinto - Poeta
  3.             Eduardo Rabenhorst - Filósofo
    Eduardo Rabenhorst - Filósofo
  4.                   Marcus Alves - Sociólogo
    Marcus Alves - Sociólogo
  5.             Bernardina Freire - Escritora
    Bernardina Freire - Escritora
  6.          Zezita Matos - Atriz
    Zezita Matos - Atriz
  7. Maria Valéria Rezende - Escritora
    Maria Valéria Rezende - Escritora
  8. 2º Festival Internacional de Música de Câmara PPGM-UFPB
  9. Cely Farias - Atriz
    Cely Farias - Atriz
]